Tuesday, October 04, 2005

Filmes cabeça

O melhor do cinema pornô iraniano

Atrás dos Cactos (Kmbusha, Ahme, Kmbusha, Irã/Suécia, 1996)
Trupe de coxudas em botas supersensuais atravessa o deserto buscando reavivar a fé e o cabaço perdidos. No caminho, encontram um velho tecelão, com quem viverão momentos de verdadeira escravidão anal. Após uma noite de violentas estocadas, um excitante paradoxo: o tecelão redescobre sua relação com o mundo, ao passo em que as ninfetas precisam recomeçar suas vidas do nada.

Mil e uma noites sem tirar (Dayahel Pomahde, Irã, 1990)
Jovem professora dá aulas para pequeno grupo de alunos pobres no interior do Irã. Até que uma das crianças encontra um vultuoso pênis de borracha em seu cesto. O achado traz um novo mundo de descobertas ao pequeno vilarejo. Os desejos mais proibidos brotarão das bundinhas dengosas, xoxotas selvagens e cacetes incandescentes até então reprimidos pela rígida sociedade islâmica.

O círculo de borracha (Fathed Torah Torah, Irã, 2001)
Homem humilde (Kamed) vive de biscates em Teerã e depende de sua velha bicicleta para viver. Ao circular por região pobre, perde um dos pneus e é obrigado a parar em um humilde casebre, onde sete garotas molhadíssimas transformarão o pacato Kamed no Máster Tora, que passa a liderar um verdadeiro harém de safadeza e arreganho. O filme mostra a pobreza do país após os conflitos, além de um verdadeiro show de peitões e piercings ousados das louraças mais taradas do Oriente Médio.

Além do Cheiro de Arenque (Zhaqr Shara, Irã, 2001)
Capitão de pequeno navio busca recuperar as lembranças da infância lançando velas ao mar e folheando antigos cadernos. No meio das folhas, sente o cheiro inconfundível das entranhas de sua colega Shara. Resolve atracar em uma paradisíaca ilha deserta e tem uma surpresa: Shara está lá, com mais onze amigas quentíssimas e prontas para sugar suas mais profundas lembranças, através de boquetes úmidos e dupla penetração. Uma produção singela que revelou ao mundo uma outra face do Oriente Médio: a face de trás.

3 Comments:

Anonymous Fabiano said...

Hahaha!

Agora lembrei dos filmes do Buttman ao redor do mundo. São pornô no estilo Dogma 95.

12:26 PM  
Anonymous Emiliano said...

"um verdadeiro harém de safadeza e arreganho"

HAHAHAHA!

Mas tu te enganou: filme iraniano tem ainda menos enredo que pornô.

5:14 PM  
Anonymous Anonymous said...

This is very interesting site... » »

11:21 PM  

Post a Comment

<< Home